terça-feira, 6 de setembro de 2011

O mar da vida

O mar da vida.

A vida para mim
e' como um mar de esperanças:
não sei ate onde
me conduzirão suas ondas
nem que embarcações
ancorarão em minha praia.
E nem os tesouros
que deixei para trás
ou estão ocultos
no mais profundo dos gestos

Também não sei
quando e' tempestade ou calmaria
a intensidade desses gestos.
Sei menos ainda
que tipo de mar e' a vida.

O que sei e' que
e' que temos que navega-la,
dar-se ao risco todo dia
de mergulhar nela
de desafiar a asfixia.

As imagens falam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário