quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Não nos preocupemos com a chuva


Não nos preocupemos com a chuva, querido.
Deixemos que as águas caiam sobre nós
e nos envolvam em seu manto de pureza
e nos façam perceber que não importa
o frio que nos rodeia, mas juntos um do outro
podemos nos proteger e nos amar.
E ser felizes por estarmos juntos nesse momento.
Apenas me abrace e sinta cada gota em seu rosto,
como a um abraço que corre e te envolve todo,
ou como uma prece que faz você pensar
em Deus, em mim, na vida... em nós.
Feche os olhos e me traga pra junto de si,
hoje deixemos que os gestos falem
o que o coração já sabe há muito tempo.
E assim nos deleitaremos nesse amar silencioso
estático, estóico e sem limites....
Porque muitas vezes o importante não é o que dizemos
mas o que calamos.

Não nos preocupemos com a chuva, querido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário