quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Sorriso de outono

Ofereço-te uma rosa.
Para que a faças tua,
e fazê-la mais que rosa:
uma flor à tua altura.

Uma flor que te dissesse
com sua forma e estrutura
o que as palavras não dizem
porém os atos traduzem.

Uma flor que ao teu encanto
faça florescer em tudo
os amores escondidos
no palpitar de teu pulso.

E a beleza que de ti há
nesse teu sorriso puro,
nessa luz tua que irradia
em deslumbre absoluto

que junto à rosa que te  dou
fará um quadro mais uno,
fotografia primaveril,
no teu sorriso de outono.

Nenhum comentário:

Postar um comentário