quinta-feira, 6 de maio de 2010

Dancing Nights


Se quiseres vir, acompanha-me
mas se quiseres ficar não demores tanto
Às vezes a noite nos oferece um encanto
Mas se quiseres esquecer, desama-me

Se quiseres sonhar, então não durmas
se quiseres delirar, abandona o pejo
Se quiseres brilhar, cá está o lampejo
Se te queres cansar, então sou mais uma

Pra que me enfeitiças-te quando podias
e depois desfizeste-te de todas as melodias
que juntos dançamos na noite sem fim?

Para onde vais logo depois da festa?
Para algum lugar que o desejo manifesta
a sede dos beijos que querias ter de mim?

Nenhum comentário:

Postar um comentário