segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Melancolia do palhaço...

A maquiagem borrou-se, eu sei...
não restou nada mais que dores.
O sorriso que me prendia ao palco
agora não prende mais o coração.

Sim, posso chorar deveras,
se era isso que queria a tarde toda.
Quando eu ante a plateia
dava pulos e cambalhotas.

Agora sim posso enjaular-me,
pedir, de verdade, para ser devorado
pelo leão que em seu jaula
ainda luta pela liberdade.

Agora sim posso ser homem
e não mais um personagem...
posso vestir as roupas negras
que eu queria ao meu disfarce.

Posso enfim chorar, pois sou humano...
posso enfim despedaçar meu coração
em mil pedaços... posso sofrer
agora que estou fora do palco.

... como isto é engraçado...

A maquiagem se borrou, no tristíssimo palhaço!


Nenhum comentário:

Postar um comentário