quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Os trabalhadores.


Um corpo todo informe

De um aparelho complexo

Que em cujo mecanismo

As peças não são objetos.


Talvez aparato o fossem

de distinta natureza,

e de um material meleável

e movidos em fileiras.


Uma máquina, apesar de,

Com diretrizes, projetos,

Movimentos programados

E com seu próprio dialeto.


E com suas funções básicas:

de alocação, interesse
funcionamento, lógica,
da faxina ao gabinete.

E se é uma máquina
e não são objetos peças
de onde virá sua energia
que faz com que obedeçam?

Será energia eólica,
hidráulica, elétrica?
Será que de manivela
ou eletromagnética?

Ou será que de vontades
de paixões ou pensamentos
ou será que seu motor é
simplesmente o desejo?

Mas que quer esse aparelho?
Somente obedecer, servir?
Quem sabe se ver tal gente
ou só e somente ser feliz?

Nenhum comentário:

Postar um comentário