quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Fios de seda

Tu disseste que partirias,
então meu peito apertou-se.
Lá longe de mim eu sabia
que não te teria em meus braços.
Que tu não me terias aos teus.

É frio quando anoitece,
se a saudade te aquecesse
eu pelo menos seria feliz,
mas tu te vais sem mim
e eu ficarei sem ti...
Lá fora só restará o frio

Teci com fios de seda
meu nome em tuas cobertas
para que quando voltares
ainda tenhas o calor
de meu corpo te envolvendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário