terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Vida de mulher!


Oh, casa arrumada!
Oh, casinha, Meu Deus!
Pega a vassoura e rodo
porque de noite tu vem!

Eh, casinha, casinha,
lava enxuga a louça...
Arruma banheiro, quarto
quintal, cozinha, terraço
porque de noite, amor vem!

Deixa a comida pronta, Sophya!
O feijão na panela,
arroz na vasilha,
a salada na mesa!
Que de noite, mor vem!

Tem carne? Tem!
Tem suco? Tem!
Sobremesa? Não deu tempo!

Corre, corre te apressa!
que de noite, amor vem
e a casa tá uma bagunça...
uma bagunça da mulesta!

Nenhum comentário:

Postar um comentário