segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Espelho meu


Espelho, espelho meu…
há algum rosto
mais triste que o meu?
Por acaso olhaste
alguma lágrima
mais sincera que a minha?
Ou será que viste
se refletir em teu cristal
alguém que saiba
desfalecer de amores?
Espelho, espelho meu…
há algum canto
mais triste que o meu?
Algum choro que te lembre
as imagens que contem
a minha tristeza tanta?
O gelo do acaso
que me deixa insana?
Por acaso em teus olhos
se refletiria meu coração
para que eu veja
em quantos pedaços
se partiu?
Sentirias tu
o bafejar de meus lábios
que se encontram sós?
Espelho, espelho meu...

Nenhum comentário:

Postar um comentário