quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Por que?


Por que?

Por que rompeste o encanto;
esvaziaste nosso armários
e guarda-roupas, livros caros
cheios de poeira e pranto?

Por que me alegraste tanto
se sabias que ta adorava
de um querer e paixão rara
- de um fervor de dar espanto?

Por que abandonaste a mim?
Por que aceleraste o fim
e fizeste do amor mágoa?

Por que não voltas e me abraças
e, juntos, limparemos a casa
de toda tristeza, dor e mágoa?

Nenhum comentário:

Postar um comentário