terça-feira, 2 de abril de 2013

Tempo antigo


Eu era moça
e tu o galã,
dileta, formosa,
triste canção...

que cantaste
em lágrimas
por culpa ou,
só indignação

O tempo uniu
a dor separou
a nota tendida
finalmente cessou.

Eras pra mim
o verso antigo.
Eu era pra ti
o canto sem voz.

O canto roído
foi, enfim,
esquecido
sem compaixão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário