sábado, 12 de outubro de 2013

Epitáfio de Ricardo Reis a Lídia

Epitáfio de Ricardo Reis a Lídia

Se eu ao menos os espinhos tivesse
da rosa que em mãos alegres tive,
não teria emaranhado nas faces
as cores cinzas de um sorriso.

Se ao menos o galho seco d'outrora
estivesse ao meu lado ainda,
mesmo que em suas raízes secas
eu não sentisse a antiga vida,

eu teria latente em tal imagem
a lembrança da poesia antiga.
De seu ritmo que balançava
o peito amante e destemido.

Se só a folha da palha que se vai
eu cá a tivesse ainda comigo,
se tão somente a sensação saudosa,
eu sei que eu ainda sorriria.

Nem que seja um pouco.

Nem que seja tão breve
o instante que alumia
a lembrança de tua passagem
pequena Lídia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário