terça-feira, 15 de março de 2011

Passageiro




Nele está
não a beleza
do estar cá

nele está
não o querer
estar,

Nele está
o belo agir
da partida

Nele está
a beleza
da despedida

Nele está
a esperança
do encontro

Nele está
o início
de um conto

Nele está
o abraço
quando chega

Nele está
o abraço
quando parte

Nele está
o poema
pela metade

Nele está
o ponto
de partida

Nela está
uma ânsia
sentida

Nele está
um frio
na barriga

de quando
não se sabe
pra onde se ir.

Nele está
o desejo
ambíguo

Nele está
o estar
partindo

Nele está
não a beleza
do estar cá

e sim
a beleza
de passar

Nenhum comentário:

Postar um comentário