terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Sabor e Arte


Sabor e arte

Tua beleza não é como
a das outras, é culinária,
que, mais do que para ser vista,
foi feita para saboreá-la

com todos os sabores, artes,
que da leveza de teu corpo,
foram feitos com maestria
pra servi-lo quente, não morno.

Entretanto, em ti, o fogo
é mais interno do que externo,
começa a esquentar no íntimo
e onde o fogo é mais aceso.

E também onde o excesso
atinge seus picos e cumes,
é lá que essa culinária
dá ao sabor o teu perfume.

Daí dizer que, em teu corpo
existe um prato cheio ao homem,
porque só em ti encontramos
o mesmo gosto de quem come.

Não se parece com a fome,
são ganas de sabor e arte,
de ter-te despida na cama,
de possuir-te, saborear-te

Nenhum comentário:

Postar um comentário